Alergia alimentar: como saber se eu tenho esse problema?

Alergia alimentar: como saber se eu tenho esse problema?

Como saber se tenho alergia alimentar? Existem vários sinais de que um alimento possa causar problemas ao nosso organismo. Para saber sobre eles, continue a leitura deste artigo até o final.

Atualmente, estamos mais expostos como nunca estivemos antes a alimentos alergênicos. Glúten, lactose, corantes, entre outros componentes da alimentação cotidiana do cidadão médio podem desencadear em alergias ou intolerância.

O alérgico ou intolerante, após ser devidamente diagnosticado, deve evitar tais alimentos e fazer uso de alguns medicamentos. Porém, como saber se existe a alergia alimentar e qual alimento específico está provocando o problema? É importante que você saiba identificar alguns sinais que o seu corpo dá.

Desconforto gastrintestinal: primeiro sintoma da alergia alimentar

A suspeita de uma alergia alimentar deve ser a sua primeira hipótese em caso de desconfortos gastrintestinais. Isso porque a primeira reação das pessoas ao se depararem com uma cólica ou dor é usar por contra própria algum medicamento – como um antiácido – com objetivo de eliminar as sensações indesejadas.

O hábito da automedicação é perigoso, pois impede que você trate as reais causas do desconforto.

Gases em excesso, hábitos intestinais desregulados e sem constância, alterações frequentes no formato das fezes, não conseguir ter refluxos, contar com mau hálito são alguns sinais que você não deve ignorar.

Leia também: Sinais de sensibilidade ao glúten

Problemas insistentes

Nosso organismo trabalha com diferentes setores em prol de todo o sistema. É por isso que a presença de um alimento que desencadeia alergia pode afetar os cabelos, a pele e as sensações da pessoa.

Sintomas como acne, rinite, feridas de pele e coceiras não devem passar despercebidos. A alergia alimentar também leva a incômodos como dores de cabeça, alterações menstruais, quedas de cabelo e inchaços. Essas reações ocorrem conforme o organismo humano digere o alimento.

Nosso corpo não tem somente o estômago, o intestino, o sangue ou os olhos trabalhando isoladamente. Toda essa máquina depende de seus sistemas diversos para funcionar. Por isso, a chance de um alimento interferir no funcionamento normal do organismo devido à alergia é bastante alta.

Ao identificar qualquer um dos sinais de forma crônica no seu corpo – ou mesmo de forma aguda, como uma crise de acne repentina -, não corra para a farmácia mais próxima. Busque um profissional da área. Somente ele poderá te passar orientações sobre como gerenciar a alergia alimentar.

Espero que meu artigo tenha ensinado você a identificar uma alergia alimentar. Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para deixar a sua inscrição em meu canal.

É muito bom vê-lo acompanhando meu blog. Se você seguir as recomendações que presto por aqui e pelas minhas redes sociais sua saúde será largamente beneficiada. Todas as dicas que dou por aqui também aplico em minha vida e recomendo aos meus amigos e familiares. Parabéns por cuidar da sua saúde! Recomendo que você vá além.

Para saber:

como envelhecer sem engordar, sem adoecer e sem perder a memória
como emagrecer com saúde e manter-se magro definitivamente
Como mudar hábitos que são tóxicos a sua saúde
Como acordar todos os dias com energia e disposição
Como se livrar de remédios que mais intoxicam do que curam
Como manter a libido em todas as idades

Conheça o meu curso on-line com mais de 80 aulas, 3 cursos bônus e
um grupo com LIVES exclusivas para alunos no Facebook!

SEGREDOS PARA UMA VIDA LONGA
Acesse mais informações no site do curso:

Segredos pra uma vida longa

Conheça o método para viver com muita saúde e energia.