Antioxidantes e diabetes: será uma opção aos pacientes?

Antioxidantes e diabetes: será uma opção aos pacientes?

Pouca gente sabe, mas antioxidantes e diabetes possuem uma ligação direta. E não da forma ruim, ao contrário! Os antioxidantes são excelentes compostos que ajudam na prevenção e combate ao diabetes.

Aliás, não há dúvida de que a dieta tem um papel fundamental no controle e tratamento do diabetes. Além de tomar medicamentos, é importante seguir uma dieta nutritiva para manter o nível de glicose no sangue sob controle. 

Porém, se sua dieta carece de nutrição adequada, pode ser recomendado adicionar suplementos. E nesse ponto, os antioxidantes e diabetes caminham juntos para garantir melhor qualidade de vida aos seus portadores.

E é sobre essa ligação que trato no artigo. Quer tal conferir agora mesmo?

O que são antioxidantes?

Os antioxidantes são, como o próprio nome diz, substâncias que inibem a oxidação. A oxidação é um processo químico que resulta na transferência de elétrons. Ou seja, uma substância é oxidada enquanto outra é reduzida. 

Estas são chamadas de “reações redox”. Ferrugem, corrosão e motor de combustão interna são exemplos de reações redox com as quais todos estamos familiarizados. No corpo, esses tipos de reações ocorrem o tempo todo, produzindo produtos finais conhecidos como radicais livres. 

Os radicais livres são substâncias altamente reativas e podem se ligar ao DNA e às proteínas, danificando-os permanentemente e causando danos às células, tecidos e órgãos. 

O corpo possui antioxidantes naturais (por exemplo, vitamina C, vitamina E e glutationa) que normalmente absorvem todos esses radicais livres, reduzindo e frequentemente eliminando os danos causados. 

Em muitas doenças crônicas diferentes, incluindo o diabetes, os níveis de radicais livres superam a capacidade do corpo de absorvê-los ou absorvê-los. O alto nível de antioxidantes leva a uma condição nas células, tecidos e órgãos conhecida como estresse oxidativo. 

Vemos o estresse oxidativo se manifestar como inflamação crônica e danos aos nervos, vasos sanguíneos, tecidos e órgãos. No diabetes, a glicose no sangue é fortemente oxidada, assim como as proteínas e os lipídios (gorduras), levando ao que é conhecido como produtos finais de glicação avançada ou AGEs. 

Antioxidantes e diabetes

Muitos estudos mostram que o estresse oxidativo está fortemente associado ao diabetes — e particularmente às complicações do diabetes. O uso de antioxidantes, tanto de fontes alimentares quanto como suplemento é uma área ativa de estudo na pesquisa do diabetes.

Uma das principais maneiras pelas quais os antioxidantes podem ajudar a prevenir ou potencialmente reverter os danos do estresse oxidativo é reduzindo os danos ao endotélio, que é a camada de células que reveste os vasos sanguíneos. 

Os antioxidantes parecem agir no nível das células endoteliais, embora não esteja claro se a adição de antioxidantes à dieta ou como suplementos atua diretamente sobre essas células.

Entre as fontes de antioxidantes, muitas estão em alimentos diferentes. E que são recomendados não apenas para diabetes, mas para reduzir os riscos de doenças cardíacas, derrame, artrite e até envelhecimento. 

Alguns dos tipos de antioxidantes que você pode encontrar são:

  • Antocianinas (encontradas em frutas e vegetais arroxeados)
  • Compostos de alho contendo enxofre (encontrados em cebolas, alho e alho-poró)
  • Beta-carotenos (encontrados em alimentos amarelos, laranja e escuros, vegetais de folhas verdes)
  • Catequinas (encontradas no vinho tinto e chás)
  • Flavonóides (encontrados em chás, vinho tinto, frutas cítricas)
  • Entre muitos outros alimentos. 

Vitaminas

As vitaminas antioxidantes incluem as vitaminas A, C, E e os beta-carotenóides (usados ​​pelo corpo para produzir vitamina A). Minerais como manganês, zinco e selênio também funcionam como antioxidantes. 

Os estudos clínicos e populacionais indicaram que, em grupos que comem uma dieta rica em antioxidantes, a taxa de diabetes é menor. Além disso, esses estudos indicaram que uma dieta rica em antioxidantes pode ajudar a reverter o diabetes precoce, ajudar a controlar e reduzir suas complicações.

Essencialmente, e da forma mais simples, se você incluir muitas frutas e vegetais de cores vivas junto com grãos inteiros, sementes, nozes, feijão e leguminosas, estará a caminho de sobrecarregar sua dieta com antioxidantes. 

LEIA TAMBÉM>>> Alimentação ou suplementação: o que é melhor?

Tenha uma vida melhor

Antes de começar a usar qualquer suplemento, lembre-se de que alguns podem interferir nos seus medicamentos para diabetes. Por isso, é importante primeiro consultar seu médico para a dosagem apropriada e informações de uso, dependendo de suas necessidades específicas.

Espero que tenha gostado do artigo sobre a relação entre antioxidantes e diabetes. E caso queira continuar recebendo informações para sua melhor qualidade de vida, me siga nas redes sociais. Estou no Facebook, Instagram, Youtube, iTunes e Soundcloud.

Conheça o método para viver com muita saúde e energia.