Durante anos e anos vivemos com essa informação como regra nutricional sem questionar.

Mas será que comer de 3 em 3 horas é mito? Ou faz bem à saúde? Vou tentar responder essa grande dúvida entre meus seguidores e pacientes!

 

Comer de 3 em 3 horas é realmente necessário?

Por muito tempo, o maior conselho para se alimentar foi esse. Comer de 3 em 3 horas acabou sendo a imagem de uma alimentação saudável. Porém posso dizer que foi uma das coisas mais irracionais que os profissionais da área da saúde criaram para a população.

Pensando nos primórdios da alimentação, isso não faz sentido algum. As civilizações mais antigas dependiam de caça, pesca, e não tinham como conservar os alimentos. Estes indivíduos nunca conseguiriam se alimentar de 3 em 3 horas.

 

Uma questão de bom senso

A pergunta que fica é: será que nós viemos programados para ingerir alimentos o tempo todo?

Não, biologicamente não, nenhum animal veio.

Com a evolução, o acesso aos alimentos ficou muito mais fácil e acabamos aumentando a periodicidade da ingestão, assim como o volume, e isso trouxe uma série de consequências negativas para o corpo.

Toda vez que um alimento é ingerido, o corpo precisa trabalhar para que ele seja processado. O alimento deve ser metabolizado e bem distribuído dentro do corpo. E todo alimento tem uma parte que deve ser descartada, o que além de exigir esforço, também pode intoxicar o organismo.

Hoje é impossível ter alimentos que sejam puros, grande parte dos alimentos disponíveis no mercado contém aditivos, agrotóxicos, ou são de alguma forma modificados geneticamente.

Inclusive a quantidade de nutrientes presentes nos alimentos diminuiu significativamente com a industrialização do mundo moderno.

Para complementar leia também o meu artigo O pão que Jesus comia não é o mesmo que você come

 

Simples conclusão

Vamos unir os fatos.

Conclusão 1: nós não viemos preparados para ingerir alimentos o tempo todo.

Conclusão 2: os alimentos que consumimos hoje têm substâncias que podem prejudicar a saúde, como conservantes e agrotóxicos.

Unindo estas duas informações fica bem óbvio que se alimentar de 3 em 3 horas não é uma coisa positiva.

Na atualidade a grande parte das pessoas é sedentária, ou seja, não gasta a energia que consome. Imagine ficar recebendo energia a toda hora, sem gastar. É lógico que essa conta não fecha e vai gerar um desequilíbrio, podendo levar a obesidade e doenças relacionadas ao sobrepeso. 

Portanto, não precisamos dessa regra, principalmente do jeito que foi imposta.

As pessoas estão ficando doentes e obesas pois todo mundo resolveu acreditar que deveria comer de 3 em 3 horas, e não é bem assim que as coisas funcionam. Principalmente pra quem é sedentário.

O maior problema que acontece quando as pessoas tentam adotar essa regra, na busca de uma alimentação saudável, é que tentam comer de 3 em 3 horas e acabam exagerando.

Não fomos feitos pra isso, quanto mais você come, mais quer comer, portanto comer de 3 em 3 horas não funciona para emagrecimento e pode te prejudicar. Infelizmente ainda falta muita informação sobre alimentação, e eu estou tentando suprir essa necessidade!

O resultado dessa “estratégia” alimentar imposta é que ela acaba gerando mais casos de obesidade no mundo! A obesidade já é uma das é uma das doenças mais preocupantes da atualidade.

Temos mais de 1 bilhão de pessoas com sobrepeso no mundo. São mais de 300 milhões de obesos no mundo, isso é extremamente triste!

Posso dizer que essa regra alimentar foi definitivamente um desastre para saúde das pessoas.

Leia mais sobre As Consequências da Obesidade Hoje clicando aqui.

 

Mas então, quando devemos comer?

Devemos comer quando o corpo necessita de cada macro ou micronutriente, e isso é individual. Não existe uma regra que pode ser aplicada a todos.

Quer entender melhor sobre nutrição? Leia também o meu artigo Alimentação e Nutrição: Para Começo de Conversa. Clique aqui.

Algumas pessoas precisam de mais energia, outras de menos. Tem gente que faz muito exercício, como os atletas, outros passam dias nos escritórios. São realidades e necessidades diferentes.

É lógico que impor uma regra para todo mundo não é benéfico!

Quem come de 3 em 3 horas e erra na escolha dos alimentos, corre muito risco de acumular gordura e ter o efeito contrário do esperado. Portanto, comer de 3 em 3 horas não é essencial e pode até ser perigoso.

Para algumas pessoas pode ser positivo, mas repito que isso é individual. Para a maioria das pessoas essa regra é ruim e nunca deveria ter virado uma regra!

A grande explicação que me leva a crer que comer de 3 em 3 horas é algo dispensável é porque isso pode fazer as pessoas comerem mais do que o necessário, simplesmente por causa de uma regra construída.

 

O melhor caminho

O estilo de alimentação e a periodicidade devem ser ajustados individualmente.

Atualmente as pesquisas avançaram muito, e graças aos estudos dos hábitos alimentares das civilizações antigas a ciência conseguiu chegar a muitas descobertas interessantes.

Entre elas que o jejum tem muitos benefícios para o corpo. Ao contrário do que se pensava, um jejum bem executado, não provoca perda de massa muscular. Além disso, pode ajudar no processo de emagrecimento e promover outras reações como a melhora das funções cognitivas cerebrais, que é importantíssimo para a qualidade de vida.

Quer entender mais sobre os benefícios do jejum intermitente? Clique aqui!

 

Repito, para finaizar: a alimentação deve ser individualizada e comer de 3 em 3 horas não é necessário.

A alimentação precisa ser ajustada de acordo com a demanda energética de cada um, e de acordo com as atividades diárias que cada pessoa realiza.

 

Quer entender melhor?

Assista ao vídeo abaixo, onde eu explico mais sobre o assunto!

Espero ter esclarecido suas dúvidas!

Victor Sorrentino