Glúten e lactose: mito, moda ou existe uma razão?

Glúten e lactose: mito, moda ou existe uma razão?

Há uma grande polêmica em torno dos alimentos com glúten e lactose.

São temas deveras complexos, principalmente por ambos estarem em voga em muitas discussões pela internet.

Cada vez mais pessoas apresentam intolerância ou sensibilidade aos dois elementos. Será que o corpo humano se transformou? Será que estamos cada vez mais intoxicados por outros elementos que nos impedem de consumirmos esses alimentos tão tradicionais?

Existem muitos questionamentos que surgem quando o assunto está em torno de alimentos “comuns” como pão e leite. Simplesmente os pilares de todo café da manhã do brasileiro.

Por esse motivo, compartilho um vídeo que pode sanar algumas das milhares de dúvidas relacionadas a esses temas.

Em primeiro lugar, começarei pelo glúten:

Já sabemos que o glúten não existe na natureza. Ou seja, é um elemento criado a partir da mistura do trigo, cevada, aveia ou centeio com água e energia.

O que ocorre é que as alterações genéticas no trigo ao longo do passar dos anos, juntamente com as manipulações da humanidade nos alimentos, resultaram em concentrações exacerbadas de glúten na farinha.

Isso significa que o glúten não era um problema para muitas pessoas, visto que suas concentrações eram baixas e poucos alimentos continham.

Sem dúvidas, O pão que Jesus comia não é o mesmo que você come!

Acontece que atualmente muitos alimentos possuem glúten e, além, disso, as concentrações altíssimas aumentaram a quantidade de pessoas apresentando incompatibilidades.

E o leite?

O leite, tradicionalmente relacionado com saúde e com o fortalecimento dos ossos, na verdade nunca foi uma boa opção de alimento.

Me pergunto, porque nós, seres humanos, seríamos os únicos animais a continuar ingerindo leite mesmo depois de adultos? E, ainda por cima, leite de outra espécie?

Sem contar que a indústria está diretamente ligada com o que consumimos: isso quer dizer que o leite de hoje não é nem ao menos parecido com o leite de vaca ingerido por nossos ancestrais.

Processos de pasteurização, remoção de bactérias e micro-organismos benéficos (ou seja, um dos únicos benefícios do leite é retirado pela indústria) e contaminação: tudo isso em uma caixinha.

Por que consumir esse tipo de produto? Se o caso é a lenda do cálcio, te convido a conhecer outros alimentos na matéria Alimentos Ricos em Cálcio.

Enfim, trago essas inquietações para que você assista o vídeo a seguir e repense sua rotina e qualidade de vida:

 

Meu propósito é que você viva mais e melhor

 

Fico feliz por ter você me acompanhando, pois isso mostra que você está cuidando da sua saúde.

Se quiser saber:

  • Como envelhecer sem engordar, sem adoecer e sem perder a memória
  • Como emagrecer com saúde e manter-se magro definitivamente
  • Como mudar hábitos que são tóxicos a sua saúde
  • Como acordar todos os dias com energia e disposição
  • Como se livrar de remédios que mais intoxicam do que curam
  • Como manter a libido em todas as idades

Tenho um convite especial. Acesse o link abaixo e assista ao vídeo no qual relato minha experiência como paciente em busca de uma nova maneira de buscar SAÚDE e PREVENÇÃO.

Quero assistir!  

 

Até a próxima!

Victor Sorrentino

Conheça o método para viver com muita saúde e energia.

Próximo postRead more articles