Quais as influências dos pensamentos e das emoções na saúde?

Quais as influências dos pensamentos e das emoções na saúde?

As influências dos pensamentos e emoções na saúde são mais expressivos do que podemos imaginar. Somos um conjunto de corpo físico, mental e espiritual. A harmonia entre esses três corpos acaba por definir a nossa saúde.

É por isso que todos os pensamentos e emoções influenciam diretamente a saúde física. A conexão entre mente e corpo é muito mais poderosa do que imaginamos.

A ciência não pode ignorar aquilo que um número expressivo de pessoas já observam em suas rotinas. É por isso que cada vez mais estudos investigam os efeitos dos pensamentos e emoções em grupos de pessoas.

Hoje, trouxe um estudo muito interessante. Continue até o final para saber mais sobre as influências dos pensamentos e das emoções na saúde física e na longevidade.

Manter-se positivo faz bem à saúde

É o que traz um novo estudo que sequer chegou a ser publicado pela Dra. Laura Kubzansky, co-diretora do Centro de Saúde e Felicidade da Harvard School of Public Health, uma pesquisadora deste campo.

Ela estudou a vida de 70 mil enfermeiros nos Estados Unidos e descobriu que a vida útil dos mais otimistas é até 15% mais longa entre os otimistas.

Em 2003, um outro estudo americano também comprovou o poder do pensamento positivo para a saúde física. Cerca de 300 pacientes infectados com o vírus do resfriado foram observados durante 5 dias.

Os voluntários com visão mais positiva da vida eram três vezes menos propensos a sofrer com os sintomas, em relação àqueles de visão mais negativa. Isso porque a maneira como cada paciente se sentiu impactou diretamente a sua imunidade.

Ao manter pensamentos mais pessimistas, os níveis de estresse crônico são muito maiores, atrapalhando a regulação dos hormônios em todo o organismo. Assim, o corpo esgota as substâncias químicas responsáveis pela produção dos hormônios de bem-estar, inclusive conduzindo ao envelhecimento precoce.

Leia também: Como melhorar a performance do cérebro sem o uso de remédios?

A importância de gerenciar o estresse

A relação entre pensamentos, emoções e saúde física não é baseada apenas em achismo de uma maneira inocente. Pessoas mais satisfeitas com suas vidas tendem a se exercitar mais e fumar menos, entre outros bons hábitos.

Mas, o ponto chave que devemos exaltar é o bom gerenciamento do estresse. O nosso estado de espírito impacta até mesmo nos telômeros, que são as extremidades dos nossos filamentos de DNA responsáveis por proteger nossos cromossomos.

Quanto mais nossas células se dividem, mais curtos ficam os telômeros. Quando as células contam com telômeros curtos demais, eles não se reproduzem e morrem rapidamente.

Os telômeros curtos estão altamente associados a diversas condições adversas, como doenças cardíacas.

Como o cortisol em excesso prejudica a telomerase – substância responsável pela reposição da constituição dos telômeros -, a tendência é que pessimistas tenham telômeros mais curtos que os otimistas. Assim, estão muito mais sujeitos a doenças.

Embora seja impossível manter o alto astral todos os dias, vale a pena o esforço para manter uma atitude positiva diante da vida. Mudar seus pensamentos pode, sim, melhorar a sua saúde.

Dentre os benefícios físicos da positividade, podemos destacar a melhora do sono recuperação rápida do estresse cardiovascular e melhora da imunidade. O equilíbrio físico, mental e espiritual dependem um do outro

Eu espero que este artigo ajude você a entender as influências dos pensamentos e das emoções para a saúde.

Até a próxima!

Conheça o método para viver com muita saúde e energia.