Meditação: quais são os benefícios?

Meditação: quais são os benefícios?

Urgência é uma palavra que define muito bem nosso mundo atualmente.

Somos bombardeados por informações diariamente e vivemos em uma rotina estressante.  Este quadro muitas vezes auxilia no desenvolvimento de novas doenças no nosso organismo.

O esforço de manter-se com sanidade neste mundo acelerado estimula a busca por métodos alternativos que forneçam uma pausa saudável para o cérebro.

A meditação é uma maneira de chegar neste objetivo, além de levar nosso corpo para um espaço onde a saúde e a longevidade são os únicos estados possíveis.

Significado de Meditação

Encontrada em diversas culturas ancestrais, a meditação possui muito material para pesquisa e muitas origens distintas no mundo.

Atualmente foi reencontrada e está cada vez mais presente na psicologia e na medicina contemporânea.

Pode-se definir a meditação como uma prática de integração mente-corpo baseada na vivência do momento presente, com consciência plena e não julgadora a cada instante.

Para fins científicos e clínicos, o processo de “não julgamento” e de imersão no presente proporcionados pela meditação alteram o sistema do corpo preparado para o mundo externo.  A alteração gera um estado de grande relaxamento psicofísico e também muscular.

Institutos de pesquisa como a American Heart Association e National Institutes of Healt (NIH) investiram muitos estudos para saber o que a prática de Meditação Transcendental (MT) poderia gerar ao corpo.

Os resultados foram incríveis.

Foram comprovados benefícios em muitas áreas da saúde.

Com a prática de Meditação Transcendental, os níveis de cortisol no sangue tiveram uma diminuição de até 30% com apenas 20 minutos de prática.

Simultaneamente, os níveis de serotonina e prolactina aumentaram

Além disso, em pacientes com doenças cardiovasculares, o risco de sofrer um AVC ou ataque cardíaco caíram pela metade. 

É o que aponta o estudo feito pelo American Heart Association, que acompanhou 201 pacientes com idade média de 59 anos. O acompanhamento durou 5 anos e todos tinham aterosclerose.

Os grupos foram divididos e um deles foi apresentado a prática de meditação, enquanto o outro seguiu como grupo de controle.

As medicações anteriormente prescritas para os pacientes seguiram sendo administradas.

Ao final da pesquisa, o grupo da meditação teve uma decaída em ataques cardíacos, derrames e mortes. Também apresentaram redução da pressão arterial, comprovando o benefício para esse problema.

O chefe do departamento do núcleo de medicina comportamental da USP, José Roberto Leite, afirma que a prática, além de diminuir os níveis de cortisol, também possui efeito anti estresse e diminui a adrenalina no corpo.

Meditação pode controlar o estresse e ansiedade?

Estes hormônios relacionados ao estresse interferem, além do aumento da frequência cardíaca, no metabolismo, pressão arterial e níveis de gordura.

Os praticantes de meditação, portanto, enfrentam melhor o estresse e possuem menos tendência a apresentar as doenças que podem surgir dele.

Além da pressão arterial, estudos do periódico American Journal of Hypertension apresentaram eficácia na redução da ansiedade e depressão.

Os estresses causados pelo ritmo acelerado da vida contemporânea geram um excessivo estímulo na amígdala cerebral, responsável pela sensação de luta e fuga.

Não é por acaso que estamos na era das doenças como Ansiedade, Síndrome do Pânico, Insônia e outros desequilíbrios químicos.

A Meditação Transcendental (MT) auxilia no tocante em que gera mudanças neuroquímicas, como a liberação de endorfinas que conduzem a mente para um nível mais profundo, que estimula o córtex pré-frontal.

Esse processo ativa o poder do corpo e da mente para curar-se de tensões como a ansiedade. 

O que dizem as pesquisas

University of Colorado Medical Center, de Denver (EUA) realizou uma interessante pesquisa relacionada à Meditação Transcendental.

Realizada com pacientes veteranos de guerra, foi feita uma comparação entre os tratamentos de Meditação Transcendental e psicoterapia.

Todos os pacientes estavam internados por distúrbios de estresse pós-traumático e já estavam submetidos ao tratamento de psicoterapia.

Após três meses, foram consideradas significativas as melhorias apresentadas pela Meditação Transcendental.

Os pacientes demonstraram melhorias em depressão, distúrbio de estresse pós traumático, ansiedade, distúrbios emocionais, abuso de álcool, insônia e traumas familiares.

Há contra indicações para meditação?

A prática da meditação é natural, ancestral, não possui contraindicação nem efeitos colaterais.

Pode ser praticada por qualquer pessoa, de qualquer idade, corpo ou situação.

Você pode começar com poucos minutos ou por quanto tempo for confortável. Aos poucos, o corpo se adapta e você começa a naturalmente meditar por mais tempo.

Como começar?

Escolha um local calmo e tranquilo de sua casa, coloque uma almofada ou tapete e sente-se confortavelmente com as mãos sobre o colo.

Você pode escutar uma música ou ficar em silêncio, a escolha é sua. Deixe sua mente livre para voar entre pensamentos, sem julgamento e pressão, ou apenas focar-se no ritmo da música.

Existem variados vídeos de mantras e meditações guiadas, se você quiser buscar um guia para iniciar.

A liberdade é a chave para a meditação. Sem regras ou formalidades, meditar é abrir um espaço dentro de si mesmo para silenciar a mente e ouvir o coração.

Além da possibilidade de redução em até 48% do risco de infarto agudo do miocárdio ou acidente vascular cerebral, a meditação proporciona uma regulagem e harmonização do sistema nervoso.

Consequentemente, menos estresse, mais qualidade de sono, criatividade, saúde e melhor relação consigo mesmo e com os outros.

Nunca é tarde para começar a desenvolver um espaço interno de relaxamento e buscar uma vida mais saudável e longa.

Antes de ir embora, um recado

A depressão é um dos fatores mais fortes de desencadear casos de suicídio. Essa doença deve ser a mais incapacitante do mundo até 2020, conforme dados da própria Organização Mundial da Saúde – OMS.

Diante desse quadro, devo fazer minha parte enquanto médico. Quero ajudar você e sua família a passar longe da depressão e suas consequências. Por isso, durante o Setembro Amarelo, você tem o Segredos para uma Vida Longa com oferta especial.

Obtenha o Curso Segredos para Uma Vida Longa com R$ 300 de desconto no link abaixo:

Curso Segredos para uma Vida Longa.

Conheça o método para viver com muita saúde e energia.