Pressão alta: causas e tratamentos

Pressão alta: causas e tratamentos

A pressão alta é uma doença crônica que muitas pessoas desenvolvem sem entender os motivos. A única explicação dada pelos profissionais de saúde, na maioria das vezes, é a questão genética.

Porém, hoje já é de conhecimento geral que apenas 15% a 20% das doenças crônicas que todos nós desenvolvemos são originadas pela genética. Pelo menos 80% dos casos de doenças crônicas, incluindo a pressão alta, são resultado dos maus hábitos de vida.

Existem vários motivos que podem levar uma pessoa a expressar esse problema de uma hora para outra. No entanto, hoje quero focar na questão da alimentação, uma das principais fontes das doenças crônicas.

Leia também: Sintomas e causas da testosterona baixa

Pressão alta e o sódio

É comum ouvir que o sal de cozinha é o principal vilão de quem convive com a pressão alta. Essa afirmação tem relação com o paralelo existente entre os altos níveis de sódio na alimentação com a hipertensão.

Mas, será que ter pressão alta é razão para diminuir ou mesmo excluir o sal do preparo dos alimentos?

Infelizmente, os níveis mais altos do sódio que consumimos não vêm da comida preparada em casa. Os alimentos industrializados, esses sim, são bastante ricos em sódio. Quando você ouviu que deveria diminuir o consumo de refrigerante devido à pressão alta? Acredito que não seja uma fala comum.

Não se engane, não é por que um item é considerado doce que o teor de sódio seja baixo ou inexistente. Basta verificar o rótulo do refrigerante ou qualquer outro alimento. As quantidades de sódio costumam ser altas.

O consumo de refrigerante, em especial nos dias quentes, é muito visado buscando matar a sede. Porém, a alta concentração de sódio provoca ainda mais fome e sede, fazendo que você precise beber uma maior quantidade da bebida.

O mesmo vale para outros itens, tais como sucos de caixinha, lasanhas prontas, os nuggets, e muito mais daqueles que encontramos nas prateleiras dos supermercados.

Este é o sódio problemático, e não o sal de cozinha! Lembre-se que o sódio é essencial para nossa vida e a sua falta também gera muitos problemas, já que nosso organismo não consegue produzi-lo. Mas, o excesso é prejudicial.

Como evitar o risco de pressão alta?

Se você deseja evitar a pressão alta, o caminho é reduzir o consumo de alimentos industrializados. O sal refinado pode ser substituído pelo sal marinho integral. Assim, dificilmente você vai desenvolver o problema.

Outro assunto pouco comentado é sobre os alimentos com potencial hipotensor, como aqueles ricos em magnésio. Principalmente no Brasil, temos poucas fontes de magnésio e por isso é desafiador manter os bons níveis.

Portanto, para evitar o risco de pressão alta, eu recomendo que você busque consumir comida de verdade, modere o consumo de sódio e procure incluir opções com magnésio. Abacate e amêndoas são as fontes mais acessíveis de magnésio para o brasileiro. Em alguns casos, é possível considerar uma suplementação desse mineral essencial para o organismo.

Espero que meu artigo tenha ajudado você a entender um pouco mais sobre as causas e tratamentos da pressão alta. Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do Youtube.

Para saber:
Como envelhecer sem engordar, sem adoecer e sem perder a memória
Como emagrecer com saúde e manter-se magro definitivamente
Como mudar hábitos que são tóxicos a sua saúde
Como acordar todos os dias com energia e disposição
Como se livrar de remédios que mais intoxicam do que curam
Como manter a libido em todas as idades

Conheça o meu curso online com mais de 80 aulas, 3 cursos bônus e
um grupo com LIVES exclusivas para alunos no Facebook!

SEGREDOS PARA UMA VIDA LONGA

Acesse mais informações no site do curso:

Segredos para uma vida longa

Conheça o método para viver com muita saúde e energia.